Funcionário da Link Plásticos morre ao limpar aglutinador

09/09/2011



Alessandro Santana Alves, 31 anos, funcionário da empresa Link Plásticos, situada na rua João Pedro Blumenthal, 635, na Cidade Satélite de Cumbica em São Paulo-SP, morreu pouco antes das 6 horas da manhã do dia 6 de setembro ao limpar um aglutinador e ser triturado por suas hélices.


De acordo com a empresa, a máquina não é antiga e foi comprada há dois anos, sendo que o equipamento só funciona com a tampa fechada. Porém, no momento do acidente a tampa estava aberta, ou seja, o dispositivo de segurança falhou. 

O diretor do Departamento de Saúde, Segurança e Meio Ambiente do Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias Químicas de Guarulhos e Região (Sindiquímicos), Nelson Agostinho de Oliveira, frisou que o departamento jurídico do sindicato fará o acompanhamento do caso junto com a família de Alves, que era contratado da empresa há oito meses.

A Link Plásticos S/A fabrica compostos de PVC, para indústria automobilística, hospitalar, calçadista, construção civil, brinquedos, ferramentas, embalagens. A empresa funciona há 11 anos no local e tem mais de 45 anos de fundação.

Força Sindical (06/09/11) / G1 (07/09/11) / Guarulhos Web (09/09/11)




Funcionário morre ao ter a cabeça prensada em molde de injetora no RS

25/09/2011


O local da tragédia foi interditado


Jardel Westphalen Brizolla, 22 anos e natural de Palmeira das Missões/RS, morreu no dia 24/09 ao ter a cabeça prensada pelo molde de uma injetora em uma fábrica de componentes de calçados localizada em Sapiranga/RS.


Ele e o colega de trabalho Anselmo Fortes Chaves, de 51 anos, estavam sozinhos na empresa fazendo os últimos ajustes antes de desligar as máquinas e encerrar o expediente. Enquanto Chaves fechava a injetora que trabalhava, Brizolla realizava o mesmo procedimento na outra máquina. “De repente ouvi um estouro e quando olhei vi que ele estava com a cabeça prensada na injetora”, lembra. Quando Chaves abriu o molde, o corpo do rapaz caiu para trás, já sem vida. “A gente ainda se reuniu hoje (24/09/11) para fazer um churrasco aqui na firma”, lamenta.

Brizolla era amigo do proprietário da empresa, Lucas Ferreira da Silva, 26. “Não dá para entender o que aconteceu. Eu que trouxe ele pra trabalhar aqui. Ele era meu amigo”, disse Silva. 

A morte causou comoção nos colegas de trabalho que se reuniram no pátio da empresa ao tomarem conhecimento da fatalidade. O jovem era considerado trabalhador, alegre e comunicativo. O funcionário tinha uma namorada de 16 anos e no final do ano os dois pretendiam morar juntos. Um amigo da família foi para Palmeira das Missões, distante cerca de 380 km do local da tragédia, comunicar a morte aos pais de Brizolla.

Jornal NH (25/09/11)


© 2010-2019 - Tudo sobre Plásticos. Todos os direitos reservados.
Página inicial - Política de privacidade - Contato


TSP Messenger Minimizar  Aumentar
Para usar faça LOGIN ou CADASTRE-SE
Digite aqui: Enviar