NOTÍCIAS DO PLÁSTICO

Recentes Acidentes Economia Educação Brasil Portugal Social Tecnologia Mundo

. : :: ::: :::: Brasil :::: ::: :: : .

     
Cooperplásticos se firma no mercado

13/02/2014

A Cooperplásticos, localizada na cidade de Simões Filho, na Bahia, encontrou na reciclagem de sobras industriais um nicho para aumentar seu faturamento e se firmar no mercado. O empreendimento, criado em 2007 a partir da falência da Plásticos Norbi, conta hoje com seis clientes industriais que repassam matéria-prima para ser recuperada.

“Atuamos como prestadores de serviços. Eles nos enviam as sobras, nós moemos, tingimos e granulamos para que eles possam reutilizar na linha de produção. Recebemos pela mão de obra”, explica Jurandir Bastos Cardoso, presidente do empreendimento baiano.

De acordo com Cardoso, a Cooperplásticos também mantém parceria com cooperativas de catadores. Estas entregam plásticos de todos os tipos que são processados para venda posterior. “Trabalhamos com catadores desde nossa fundação e mantemos a parceria. Mas hoje o peso das indústrias em nosso faturamento é bem maior devido ao volume fornecido para processamento. As empresas representam 75% da nossa receita”, explicou.

História – Quando a Cooperplásticos foi criada, a situação dos trabalhadores era bem difícil. A então Plásticos Norbi, devia vários meses de salário, não depositava o Fundo de Garantia a mais de um ano e estava endividada.

Para sanar o problema, uma comissão formada por representantes dos funcionários, lideranças da CUT (Central Única dos Trabalhadores) e do Sindicato dos Químicos e Petroleiros avaliou a situação e sugeriu a criação de uma cooperativa para que os trabalhadores tocassem o negócio por conta própria.

Com apoio da UNISOL Brasil, que prestou toda a assessoria necessária e apontou os caminhos que viabilizassem o projeto, o empreendimento tornou-se uma realidade. O início não foi fácil. Os cooperados ficaram cerca de sete meses sem retirada, apenas cuidando das máquinas.

“Em 2009, a situação melhorou com o apoio da Petrobras que, após negociação que envolveu a CUT, forneceu para nós 40 toneladas de plástico e ferro. Com a venda dessa matéria-prima, conseguimos comprar um moinho para triturar os resíduos e também reformamos o galpão da empresa”, lembra o presidente.

Fonte: Easycoop (09/04/2014)


Feiplar Composites & Feipur 2014

09/05/2014

A Feira e Congresso Internacionais de Composites, Poliuretano e Plásticos de Engenharia será realizada no Expo Center Norte (Pavilhão Verde), em São Paulo.

A FEIPLAR COMPOSITES & FEIPUR 2014 – Feira e Congresso Internacionais de Composites, Poliuretano e Plásticos de Engenharia será realizada de 11 a 13 de novembro no Expo Center Norte (Pavilhão Verde), em São Paulo. Tanto na parte da manhã como há tarde, serão realizados os congressos internacionais (composites, poliuretano e plásticos de engenharia) e os painéis setoriais (automotivo, construção civil, isolamento térmico, processos automatizados, energia eólica, espumas flexíveis, ambientes agressivos, nanotecnologia, aeroespacial e náutico). Serão mais de 120 palestras.

À tarde, a partir das 12h, tem início a exposição de peças nestes materiais e tecnologias para a fabricação das peças. Serão mais de 300 empresas apresentando suas inovações e tecnologias de destaque.

Entrada grátis tanto para a feira como para as palestras. Credenciamento gratuito: www.feiplar.com.br

Mais informações – Tel.: 55-11-2899-6354 ou consultoria@artsim.com.br

Fonte: Divulgação (07/05/2014)


     

© 2010-2017 - Tudo sobre Plásticos. Todos os direitos reservados.

Página inicial - Política de privacidade - Contato