NOTÍCIAS DO PLÁSTICO

Recentes Acidentes Economia Educação Brasil Portugal Social Tecnologia Mundo

. : :: ::: :::: Brasil :::: ::: :: : .

     
Videolar-Inova inaugura nova planta de EPS e planeja produzir ABS no Brasil

Com fábrica de EPS, a Videolar-Innova inicia ciclo de investimentos que podem chegar a R$ 1 bilhão

13/02/2017

O fato de ser o primeiro grande investimento realizado no polo de Triunfo (RS), nos últimos seis anos, já seria o suficiente para dimensionar a importância da inauguração da planta produtora de poliestireno expansível (EPS) da Videolar-Innova (foto). Acontece que a unidade, que recebeu aporte de R$ 100 milhões, é também o pontapé inicial de um programa agressivo de investimentos da companhia que pode chegar a R$ 1 bilhão até o final de 2018. O recado da detentora de 70% do mercado de poliestireno é claro. Depois de quase dois anos de integração das operações (a Videolar adquiriu a Innova em 2014), a gigante acordou e está com apetite para crescer.

Neste ano, a companhia deve iniciar a produção do S, plástico utilizado pela indústria automotiva e que não é, atualmente, processado no Brasil. O tripé de apostas se completará com a duplicação da produção atual de 250 mil toneladas anuais do monômero de estireno, matéria-prima para borrachas sintéticas, plásticos e embalagens. Mas, para o analista João Luiz Zuñeda, diretor da consultoria MaxiQuim , os novos projetos da Videolar-Innova não devem parar por aí. Ainda que os planos para o país não estejam concretizados, Zuñeda vê a empresa caminhando para a decisão de realizar investimentos no exterior. “É um caminho natural para o grupo. E não parece um horizonte muito distante, pois ela já tem o cacoete do mercado internacional”, relata Zuñeda, fazendo referência às relações de exportação e importação da petroquímica com parceiros internacionais.

Com o EPS e, mais adiante, com o ABS, a Videolar-Innova se firma como um relevante fornecedor dessas matérias-primas para a indústria nacional, ainda muito dependente das importações. Programada para produzir inicialmente 25 mil toneladas ao ano, a unidade de EPS – conhecido pelo nome comercial isopor – pode abastecer um quarto da demanda nacional.

Fonte: Amanhã (16/01/2017)


TUBOTECH 2017: vitrine do setor de tubos, válvulas, bombas conexões e componentes

14/02/2017

Consolidada como a mais importante feira das Américas para o setor, a 9ª Tubotech | Feira Internacional de Tubos, Válvulas, Bombas, Conexões e Componentes será realizada de 03 a 05 de outubro de 2017, no São Paulo Expo, em São Paulo. A feira engloba toda a cadeia de valor do setor de tubos, que abrange além dos tubos, matérias-primas, conexões e acessórios, válvulas, bombas e motobombas, máquinas para a produção, corte e conformação, acabamento, ferramentas, materiais auxiliares e medição e controle.

Com entrada gratuita, a organização estima para ambos os eventos a participação de cerca de 550 expositores, atraindo cerca de 15 mil profissionais, altamente qualificados, dos setores automotivo, óleo e gás, construção metálica, alimentício, móveis, mineração, tintas e infraestrutura, entre outros.

O evento bienal, promovido pela Cipa Fiera Milano em parceria com a Tarcom Promoções, com realização da Associação Brasileira da Indústria de Tubos e Acessórios de Metal (ABITAM), se destaca pela diversidade de produtos, lançamentos e oportunidade de negócios oferecidos. Entre as atrações simultâneas, está o Techshow | Palestras dos Expositores, com debates sobre temas de interesse para o desenvolvimento de todo o mercado através de ciclo de palestras e oficinas gratuitas e o 2º Congresso Brasileiro de Tubos, realizado pela ABITAM.

Simultaneamente, acontecerá a 3ª edição da Wire South America, versão Sul Americana da maior feira de cabos e fios do mundo, a Wire Düsseldorf, cujos produtos e visitantes têm grande sinergia com os públicos da Tubotech e, que trará as mais recentes tecnologias, produtos e serviços na fabricação e processamento de fios e cabos. Entre os setores presentes: fios e cabos, máquinas, equipamentos e acessórios, além de logística e serviços diversos.

As feiras fazem parte do portfólio da Cipa Fiera Milano, filial brasileira da Fiera Milano, líder de mercado de feiras e congressos, tanto em número de visitantes e expositores, quanto na excelência das exposições. Com escritórios ao redor do mundo, possui um portfólio que se destaca das demais promotoras de feiras em termos de gama de setores econômicos representados e qualidade dos eventos.

No Brasil, a Cipa Fiera Milano realiza 13 feiras, englobando 11 setores da economia, além de ser responsável pela publicação de revistas segmentadas na América Latina. Fundada em 1977, a Cipa foi adquirida pela Fiera Milano em 2011, tornando-se a filial brasileira de uma das empresas líderes mundiais de feiras e congressos do mundo.

Mais informações: www.tubotech.com.br

Fonte: Divulgação (14/02/2017)


     

© 2010-2017 - Tudo sobre Plásticos. Todos os direitos reservados.

Página inicial - Política de privacidade - Contato