NOTÍCIAS DO PLÁSTICO

Recentes Acidentes Economia Educação Brasil Portugal Social Tecnologia Mundo

. : :: ::: :::: Tecnologia :::: ::: :: : .

     
Wittmann Battenfeld apresenta nova geração de robôs para indústrias de plásticos

11/12/2014

Os periféricos caracterizam-se pelo alto desempenho, facilidade de operação e baixo consumo de energia elétrica. Os robôs são dotados de funções diferenciadas, atendendo a transformadores de plásticos de variados segmentos

Tecnologia de ponta em favor da produtividade e da eficiência energética. É o que caracteriza a nova geração de robôs W8 pro, desenvolvida pela Wittmann Battenfeld - um dos principais fabricantes mundiais de equipamentos utilizados no processo de fabricação das indústrias de plásticos - e concebida para garantir maior dinamismo e baixo consumo de energia.

Os robôs da série W8 pro utilizam uma tecnologia construtiva das vigas dos eixos - que as tornam leve e resistente -, combinado a um conceito de acionamento especialmente projetado para robôs lineares e a um design modular, que juntos garantem uma ótima relação custo-benefício e tornam a solução ideal para diferentes aplicações, inclusive para quem busca reduzido consumo de energia. Novas funções ampliam o desempenho dos equipamentos desta série, que se destacam ainda pelo alto nível de integração de todo o sistema.

Um dos destaques da linha é o modelo W843 pro, com funções diferenciadas, que atendem às necessidades de transformadores de diversos segmentos. Entre essas funções está a EcoVacuum, que otimiza o consumo de ar comprimido, uma vez que o Venturi é ativado somente quando o nível de vácuo necessário para suportar o produto for solicitado.

"Esse robô conta com sistema de conexão para os circuitos de vácuo e de garras incorporadas ao seu eixo vertical e o já conhecido gabinete de comando integrado à viga transversal, além de baixa emissão de ruídos", explica o Diretor Geral da Wittmann Battenfeld do Brasil, Reinaldo Milito. No novo design, lâmpadas de AMBIled sinalizam de forma imediata o status da unidade de produção. O gabinete de controle integrado ao eixo transversal do robô não ocupa espaço ao lado da injetora.

Comando simplificado

O robô W843 pro utiliza a mais recente versão do software do sistema de controle, o R8.3, de alto desempenho e funções - como SmartRemoval e EcoMode - que tornam os ajustes e a interação com as injetoras e com o operador ainda mais fáceis e amigáveis, mesmo nas operações mais complexas. Os robôs desta nova série terão cursos verticais que variam de 1.600 a 2.600 mm e capacidade de cargas entre 15 e 35 kg, dependendo do modelo.

Fonte: Segs (10/12/2014)

 


Fabricante reduz em 21% consumo de energia com resina Braskem

02/01/2015

Linha Maxio, marca exclusiva da petroquímica, possibilita também diminuição do tempo do ciclo de produção e diversificação para o setor de utilidades domésticas de plásticos

A Braskem, maior petroquímica das Américas e líder mundial na produção de biopolímeros, aperfeiçoou o desempenho do setor de utilidades domésticas, também conhecidas como UDs, por meio da Linha Maxio®, que reúne resinas de alta performance capazes de maximizar a competitividade de clientes e contribuir com o desenvolvimento sustentável. A utilização desta linha possibilitou a redução de 21% no consumo de energia da São Bernardo, empresa de utilidades domésticas de plásticos que fornece produtos a mais de 20 países e uma das principais clientes da Braskem.

A São Bernardo obteve ganhos desde os primeiros testes com a resina H 105, destinada a embalagens transparentes que podem ser utilizadas para acondicionar alimentos e cosméticos. Além da economia no consumo de energia, foi possível reduzir em 12% o perfil de temperatura aplicada ao processo industrial e diminuir o tempo do ciclo de produção em 3,5%.

Com a redução destes índices, as empresas têm mais liberdade para trazer ao mercado itens sofisticados e diferenciados, rompendo o padrão tradicional, além de garantir constante diversificação de seus portfólios e entrada em novos mercados. “A demanda por utilidades domésticas mais elaboradas vem crescendo e a Braskem precisa inovar dia a dia. A Maxio®, por exemplo, é uma marca exclusiva da petroquímica. Ela proporciona um ganho efetivo aos transformadores, pois possibilita diminuição de custos de produção ao reduzir processos e consumo de energia, bem como permite um aumento na produtividade”, afirma Andressa Argani Abreu, engenheira de desenvolvimento e aplicações da Braskem.

Para Sérgio Rabi, gerente da São Bernardo, vender produtos diferenciados é fundamental. “Nosso princípio é levar ao consumidor artigos com design original, que garantam não apenas as necessidades do dia a dia, mas também a resistência de uso contínuo. Compro a matéria-prima da Braskem há 15 anos porque o Polipropileno da Braskem proporciona qualidade do plástico, durabilidade e transparência”, destaca.

Segundo Andressa, com o aumento da competitividade em relação às peças similares de outros materiais, o plástico permite que as pessoas renovem suas casas de maneira fácil, acessível e frequente. “Mesmo assim, o design deve estar atrelado à funcionalidade da peça. O consumidor busca artigos que tenham uma boa durabilidade acima de tudo. Fornecer ao consumidor um produto de qualidade é essencial”, complementa a engenheira.

Atualmente, o mercado de UDs vive as tendências do comércio mundial que são voltadas ao design, personalização e diferenciação, e o plástico mantém o lugar de componente ideal para atingir esses objetivos. Nas utilidades plásticas, o Polipropileno (PP) é a resina mais empregada, porque é mais resistente a alta temperatura. O PP ajuda a conservar o aroma dos alimentos e, por isso, é muito utilizado nas embalagens domésticas ou em potes plásticos de armazenagem.

Além das vantagens de versatilidade e economia, as UDs de plástico também são referência em sustentabilidade, uma vez que substituem as embalagens descartáveis e promovem o reaproveitamento de materiais. “Investir em processos renováveis é saber a importância da preservação do meio ambiente e, nesse sentido, a nossa parceria com a Braskem é essencial porque nos oferece um produto que agrega produtividade e eficiência”, finaliza Sérgio Rabi.

Linha Maxio®

Além de atender um dos principais pilares do crescimento da Braskem que é a inovação, o selo Braskem Maxio® foi desenvolvido para oferecer redução do consumo de energia, maior produtividade e menor peso, o que garante mais eficiência e, consequentemente, ganhos ambientais. Os benefícios são obtidos graças à evolução contínua das resinas, preservando ou melhorando propriedades mecânicas, químicas e óticas de produtos acabados.

Sobre a São Bernardo

Criada em 1959, a São Bernardo desenvolve uma linha diversificada de utilidades domésticas de plásticos, como caixas de ferramentas, estantes, gaveteiros e porta-CDs. A empresa conta com aproximadamente 200 produtos, que são renovados mensalmente tendo sempre em vista a facilitação do dia-a-dia das pessoas e a preservação do meio ambiente. Atualmente os artigos fabricados pela empresa podem ser encontrados em cerca de 20 países.

Sobre a Braskem

A Braskem é a maior produtora de resinas termoplásticas das Américas. Com 36 plantas industriais distribuídas pelo Brasil, Estados Unidos e Alemanha, a empresa produz anualmente mais de 16 milhões de toneladas de resinas termoplásticas e outros produtos petroquímicos. Maior produtora de biopolímeros do mundo, a Braskem tem capacidade para fabricar anualmente 200 mil toneladas de polietileno derivado de etanol de cana-de-açúcar.

Fonte: Assessoria de imprensa da Braskem (11/12/2014)


     

© 2010-2017 - Tudo sobre Plásticos. Todos os direitos reservados.

Página inicial - Política de privacidade - Contato